sábado, 31 de agosto de 2013

My Dear Brother From Evil Capitulo 10


                                     Não posso viver uma mentira, fugindo pela minha vida
                                        Eu sempre irei te querer(Miley Cyrus-Wrecking Ball)



Ivy On:Fui direto tomar um bom banho aquela festa realmente tinha me esgotado e ainda por cima tinha que aguentar  meu irmão taradoJá faz tanto tempo que não temos mas nenhum contato físico não que eu esteja reclamando porque eu não sou mais aquela manininha ingênua Justin não pode mais me submeter a coisas que eu não quero fazer,por mais que naquela época a maioria delas eu fiz por livre e expontânea vontade
Mas por mais que eu queira me afastar e deixar tudo aquilo para trás como lembranças que nunca mais deveriam ser lembradas,ele acaba me hipinotizando com aqueles olhos Ainda sinto meu corpo se arrepiar quando ouço sua voz rouca eu não poderia me submeter aquilo tudo de novo sabendo que é errado e ao mesmo tempo é incontrolável
Entrei em baixo do chuveiro sentindo a água quente relaxar todos os meus músculos,Meu querido irmão do mal me queria de volta para ser o que eu sempre fui seu brinquedo sexual

Ivy Off

Justin On:Depois de tomar um bom banho coloquei uma roupa qualquer e fui até a cozinha encontrar algo pra comer,mamãe e papai estavam trabalhando não é novidade eles sempre estão
Peguei o jarro de suco na geladeira e um pacote de doritos no armário,arrumei as coisas no balcão me sentando em um dos bancos
Senti o cheiro doce invadir minhas narinas só poderia ser dela minha querida irmãzinha

Ivy:sabe que horas papai e mamãe vão chegar?
Eu:não e quem liga assim poderemos ficar mais tempo juntos como bons irmãos que nós somos-sorri malicioso
Ivy:você é nojento
Eu:Ivy,Ivy não finja como se eu tivesse te obrigado a alguma coisa
Ivy:eu nunca pedi por aquilo
Eu:mas nunca disse que não queria,adimita aquilo tudo que fizemos você queria tanto quanto eu
Ivy:eu era uma idiota manipulada por você
Eu:você adorava ser manipulada por mim,porque com aquela idade você não conseguiria fingir um orgasmo

Ela revirou os olhos e deu as costas pra mim indo para a sala,a segui

Eu:adimita Ivy eu te afeto você querendo ou não
Ivy:cala a boca Justin

Segurei seu pulço a fazendo se virar pra mim colei nossos corpos o máximo que eu pude,grudei nossos lábios antes que ela falasse qualquer coisa e como sempre ela cedeu ela sempre cede,desci uma de minhas mãos
até aquele traseiro que fazia meses que eu queria dar uma boa apertada 
Suas mãos estavam na minha nuca,nosso beijo ficou mais rápido eu necessitava de mais do que um simples beijo
A prençei na parede descendo meus beijos pelo seu pescoço

Eu:não importa com quantas caras você namore Ivy você  sempre vai preferir a mim o homem que tocou primeiro-sussurei em seu ouvido

Ivy odiava adimitir que ele tinha razão,ela estava se odiando por estar naquela situação,sua pernas estavam bambas as carícias de Justin,era como se tivesse voltado ao passado e aquele fosse o momento em que ele a tocou pela primeira vez

Ivy:eu sou sua Justin
Eu:eu sei disso minha pequena Ivy-mordeu o nóbulo da orelha de ivy

Ela era apenas dele e ele era o seu querido irmão do mal a arastando para o pecado novamente

Roupa da Ivy:http://www.polyvore.com/cgi/set?id=95840780&.locale=pt-br

Sei que esta pequeno e uma bosta mas eu tinha prometido postar e eu acabei que ainda não dormi,eu sei que esse e Love Me Like You Do são os imagines favoritos de vocês mas tem que comentar os outros okay
Eu fiquei muito feliz pelos 16 comentários serio mesmo no máximo eram 10 eu agradeço mesmo o carinho de vocês,posto Love Me Like You Do quarta ou quinta-feira Bjs Amo Vocês

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Crazy and Obsessive Capitulo 2


                                Enquanto me queimo, você ateia mais fogo(Kelly Clarkson-Let Me Down)

Entrei na escola passando pelo pátio,e droga aqueles olhares tinham
que se direcionar a mim?
Estava quase entrando na escola quando sinto alguém tocar meu ombro
me viro dando de cara com um menino de franja e muito bonito por sinal

XXX:oi você é a vizinha do Justin néh?
Eu:quem?
XXX:olha você apareceu ontem na janela-riu
ai se escondeu
Eu:eu tenho que ir

Me dirigi o mais rápido possível pra dentro da escola,andei por aqueles
enormes corredores até achar a sala da diretora,dei levez batidas na porta
até ouvir um entra

Eu:oi eu sou Alis
XXX:Alison Berry eu sei querida,eu sou Esther
pode sentar
Eu:obrigada

Me sentei na poltrona marrom escura em frente a mesa dela

Esther:bom aqui esta seus horários,e se tiver qualquer
duvida me avise okay
Eu:okay e muito obrigada

Sai da sala e andei pelos corredores agora cheios,segui até meu armário
e o abri colocando uns livros ali dentro,depois segui pra minha sala 23

Alison Off

Justin On:Estava eu no pátio da escola conversando com Ryan e Chris
até Chaz se aproximar de nós

Chaz:cara nem sabe quem eu vi
Justin:quem?
Chaz:aquela sua vizinha gostosa-riu
Justin:a maluquinha que só faltou se jogar no chão
Chaz:essa mesma
Chris:garota maluca
Ryan:mas gata
Justin:e é minha
Ryan:ui okay garanhão
Justin:vou convidar ela pra gente sair e depois bom-sorri malicioso
vocês sabem
Chaz:e como ela é burra ela irá aceitar

Justin Off

Alison On:Entrei em minha sala que parecia mais uma zona,ninguém no lugar
alguns ja em seus "grupos"
Me sentei na primeira carteira perto do professor,peguei minha mochila tirando
alguns materiais 
Até que eu vi ele e o que deu pra perceber seu bandinho,droga porque ele tinha
que estudar aqui?
Ele olhou pra mim e pelo seu sorriso me reconheceu,tentei me esconder o máximo
possível e desviar meu olhar do dele era sufocante

XXX:oi

Quando eu ia responder o professor entrou na sala de aula,obrigado Deus
Ele se sentou ao eu lado e ficava me encarando,mas que ótimo

                            [.......]

O professor passava algumas coisas no quadro e eu anotava tudo,gostava de matemática
por mais que 99% dos adolescentes odiasse

XXX:eu sou o Justin
Eu:respirei fundo-sou Alison
Justin:belo nome-sorriu
Eu:obrigada-sorri amarelo
Justin:então percebi que você é nova aqui,que tal nós
sairmos um dia desse
Eu:não
Justin:não?-olhou incrédulo pra mim
Eu:eu não posso okay
Justin:riu com deboche-tudo bem
e voltou a olhar pra frente

Eu nunca imaginei que um simples não mudaria totalmente minha vida

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Imagines

Esses são os imagines que eu irei postar
My Dear Brother From Evil
A Proof Of Love
Love Me Like You Do
Crazy And Obsessive
My Nanny Belieber 

Não tem dias eu posto quando poder okay Bjs

A Proof Of Love Capitulo 1

                                                         E se eu pudesse ter apenas um desejo
                                                Eu desejaria ter você ao meu lado(Miley Cyrus-Stay)

Kate On:E la estava ele com seus amigos,sempre com aquele enorme
e belo sorriso nos lábios e aquele belo par de olhos cor-de-mel que
me fazem me perder quando olho pra ele,quando raramente ele olha pra mim

Jennifer:olha ta saindo uma babinha da boca dela
Samara:pior-riu

Me virei encontrando os dois seres retardados e sem noção que eu chamo
de amigas,melhor minhas melhores amigas

Eu:haha muito engraçado-fechando o meu armário
Samara:desencana dele,você sabe que ele não te mereçe
Eu:ou sou eu que não mereço ele heim
Jennifer:as vezes eu tenho vontade de te bater,você esta se ouvindo?
ele não é tudo isso
Eu:ele é perfeito
Samara:e você também,se ele não consegue perceber isso ele não
te mereçe
Eu:como se isso fosse funcionar néh
Jennifer:vamos mudar de assunto,fizeram o trabalho de inglês?
Eu:que trabalho de inglês?
Jennifer:você me deve cinco pratas Samy eu disse que ela ia esqueçer

                            [.......]

Eu:mãe cheguei,cadê você?
Amy:estou aqui na cozinha querida
Eu:nossa que cheiro ótimo mãe é macarronada?
Amy:é sim querida-sussurou

Dei uma boa olhada para o rosto da minha mãe,seus olhos
vermelhos assim como suas bochechas diziam que ela tinha chorado e muito
Ela tinha um papel nas mãos,um papel médico,bom a algumas semanas eu andei me sentindo mal
e ela me obrigou a fazer uns exames para ver o que eu tinha de errado comigo,mães sempre super-protetoras

Eu:tudo bem?
Amy:esta sim,esta tudo ótimo
Eu:não é o que pareçe-ri sem humor
Amy:querida eu só não estou me sentindo muito bem
Eu:esses são meus exames?

Ela apenas concordou com a cabeça deixando algumas lágrimas molharem seu rosto
São raras as vezes que eu vejo a minha mãe chorar,ela é muito forte e sempre é ela
que dá apoio á toda a família e sempre ela que resolveu todos os nossos problemas
Tentei pegar o papel de suas mãos,o que foi envão porque ela recuou me deixando cada vez mais
confusa e apavorada

Amy:sinto muito
Eu:porque você sente muito?
Amy:eu prometo que vai ficar tudo bem-alisando meus rosto
Eu:mãe esta me assustando
Amy:querida no começo vai ser difícil,mas sabe depois as coisas vão melhorar e você
vai ver que tudo de uma certa forma valeu a pena
Eu:mãe o que esta acontecendo?-alterei um pouco a voz
Amy:Kate você tem leucemia

Eu estava em choque o ar faltou em meus pulmões,não conseguia pensar direito
achei que não sabia mais como era andar
Tudo á minha volta parou e aquela frase ecoava na minha cabeça sem parar
Naquele momento eu senti que meu mundo estava desmorando e eu não podia fazer nada para mudar isso

Sinopse de A Proof Of Love

(Capa)

Ela tinha uma vida normal,até descobrir que talvez não viveria muito
Depois daquela notícia tudo tinha virado de cabeça pra baixo
Ela estava desmorando aos poucos,mas o que ela menos esperava era encontrar
o amor quando ela pensou que tudo tinha acabado

 Kate:


 Justin Bieber:






Amy:






















George:






















Samara:






















Jennifer:
















Essas são a Samara(Samy)

E a Jennifer(Jenni):
As minhas duas Beliebers favoritas,vocês imaginem suas melhores amigas





terça-feira, 20 de agosto de 2013

Sorry

Eu sei que vocês devem estar com vontade de me matar neh,mas eu posso explicar eu estava sem internet novamente e quase enlouqueci,e essa semana eu não poderei postar estou cheia de provas pra fazer,mas vou ver se consigo escrever alguma coisa no sabado okay bjs loves

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

My Dear Brother From Evil Capitulo [9]

                                           E se eu fixasse meu olhar por muito tempo
                                    Provavelmente perderia o controle e começaria a chorar

Ivy On:

Tyler:eu acho melhor não Ivy-me empurrando de leve
Ivy:porque não?-o encarei
Tyler:a festa tem que acabar meus pais vão chegar em poucas
horas
Ivy:suspirei-tudo bem

Era sempre assim ele nunca queria me tocar como eu queria,já namorávamos
a mais de cinco meses e ele sempre encontrava alguma desculpa pra isso nunca
acontecer
Qual é eu não sou boa o bastante pra ele?
Vi Tyler sair do quarto e peguei minha bolsa que se encontrava no chão,eu teria
que ligar para aquele maldito vir me buscar

Ligação on:

Justin:é melhor falar rápido antes que eu te mate
Eu:preciso que você venha me buscar
Justin:haha eu estou com uma gostosa aqui acha mesmo que eu vou larga-la
pra ir te buscar na casa do seu namorado baitola
Eu:suspirei-porfavor
Justin:o que eu ganho com isso?-podia jurar que ele estava
com aquele enorme sorriso malicioso nos lábios
Eu:não conto pro papai que foi você que bateu o carro dele semana
passada
Justin:eu ja estou indo-falou rude

Ligação Off

Segui para frente da casa sem ao menos procurar por Tyler para dar tchau,peguei
meu celular olhando que ja se passava das 4:30 da manhã
Desde daquela última noite que nós não nos tocamos mais,ele se afastou depois daquilo
e eu me senti como se tivesse apenas cido usada por mais que eu não queira eu sinto
falta do seu toque
O barulho irritante da buzina me fez sair dos meus pensamentos corri em direção
ao carro de Justin e entrei no mesmo que logo seguiu para casa

Justin:seu namoradinho não quis te comer de novo?-riu
Eu:cala essa boca seu idiota
Justin:ai ai Ivy aquele garoto não passa de um viadinho eu ja te disse isso
Eu:você deveria se concentrar na estrada e não na minha vida

O silêncio reinou dentro do carro me concentrei na estrada que era bem mais interessante
que olhar para a cara de Justin
Paramos em um sinal vermelho e senti uma de suas mãos tocar na minha perna
o encarei e o mesmo mantinha os olhos nos movimentos que sua mão fazia

Justin:sinto sua falta Ivy
Eu:tira suas mãos de mim-tirando com brutalidade sua mão

Minhas palavras foi como um shock pra ele,que em poucos segundos voltou sua atenção
para a estrada e ficou em silêncio

                        [........]

Justin On:Me joguei na cama ja não aguentava mais não poder tocar nela de novo
Depois daquela última noite eu achei melhor parar não que eu não gostasse de meter nele
quando eu quizesse mas eu acabei achando diversão em outras coisas bebidas,mulheres mais velhas
e drogas
Mas quem diria que aquela vagabunda viraria essa mulher gostosa com seios fartos e uma bunda que 
sempre que a vejo tenho vontade de dar um bom tapa

Justin:eu vou ter você de volta minha pequena vadia-sussurei