quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Happy Birthday Justin Drew Bieber

19 Anos as vezes nem da pra acreditar que tudo passou tão rapido assim,pareçe que foi ontem que eu te vi batendo a cabeça numa porta de vidro,ou quando você fazia o hair flip,ou quando eu começei a detestar todas as garotas que você dissesse que eram bonitas
Você esta crescendo e pra mim rapido demais,é maravilhoso dizer que eu te acompanhei todos esses anos e te vi evoluir e se tornar este homem que você é hoje
Eu suportei tantas coisas que eu achava errado mas eu suportei por você e hoje eu vejo o quão idiota eu fui por pensar daquela forma
Eu te vi crecer e eu acabei crescendo junto com você,é difícil dizer que um dia isso vai acabar e que eu vou crecer e me casar,mas de uma coisa eu sei eu nunca vou me arrepender de um dia ter dito que te amava,porque te conhecer foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida
Eu quero te acompanhar por mais muitos anos e ver você evoluir muito mais,porque Justin você não mostrou nem metade da sua capacidade pro mundo,você é capaz de muito mais 
Você sempre será o meu Kidrauhl,o menino que saiu de Stratford pro mundo

Happy Birthday Justin Drew Bieber

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

love me like you do capitulo 19

É as aparências enganam,sou muito burra de não ter percebido isso antes
e pior que eu não posso contar pro meu pai ele é um empresário muito importante
e quanto mais amigos importantes meu pai tem é melhor pra ele e sua empresa droga

Eu:é melhor você sair do meu quarto
Pether:que isso gatinha calma
Eu:você me da nojo garoto,e eu não vou me dar bem com você
Pether:"ri"-você não quer que eu conte pro seu pai como você foi uma grossa comigo
Anthony:HEY SEU NOME E PETHER DESÇAM O JANTAR ESTA PRONTO-gritou lá de baixo

Salvo pelo meu pai,não aguento mais dividir o mesmo local que essa coisa

Pether:vamos descer benzinho-sorrindo
Eu:fica longe de mim-saind do quarto

Desci as escadas e já estavam todos a mesa só esperando por nós dois,
meu pai sentou na ponto porque lá é o lugar como ele diz do dono da casa
minha madrasta sento ao meu lado e a minha frente tinha a peste e o seu pai
Começamos o jantar onde só se ouvia o barulho dos talheres,meu pai e Christopher as vezes
trocavam algumas palavras e risadas,meu sempre o silêncio reinava

Christopher:então Seu nome você tem namorado

Imediatamente Pether me olhou e soltou um risinho,a cada segundo em sua presença 
eu tenho vontade de arrancar seus olhos 

Eu:tenho sim-sorri sínica
Anthony:"ri"-ela esta brincando Seu nome não namora,né filha-me olhou
Eu:é pai-falei baixo
Christopher:acho que você e Pether dariam um ótimo casal
Anthony:eu também acho
annabelle:acho vocês fofos juntos
Eu:pois eu não acho
Anthony:Seu nome-me reprendendo
Pether:tudo bem senhor,ainda podemos nos conhecer melhor ai vêmos se daremos certo

Argh que sínico,eu não acredito que me meti nisso mas que droga de vida,porque sempre
alguma coisa dá errado,eu sempre tenho que fazer tudo o que ele manda
Meu pai sempre se acha o dono da razão e eu sempre sigo as regras que ele impôe sem nunca reclamar
mas eu farta e cansada,de abaixar a cabeça e guardar todos esses sentimento pra mim,eu estou totalmente
cansada de todo essa bobagem

Eu:pai eu terminei posso me retirar?
Anthony:tem a sobremesa ainda querida
Eu:porfavor pai eu estou cansada e amanhã eu tenho aula
Anthony:tudo bem vá descansar

Me aproximei dele que me deu um beijo na testa,soltei um sorriso sem mostrar os dentes  pra minha madrasta que retribuiu
da mesma forma,me virei tentando ignorar aqueles dois

Anthony:querida aonde vai se despeça dos nosos convidados

É não funcionou,merda
Fui até o senhor Christopher e o abraçei ele me desejou boa noite,encarei aquele otário na minha frente
com aquele sorriso babaca de eu venci,eu posso arrancar todos esse dentes dele?
O abraçei e o mesmo aproximou seus lábios do meu pescoço me dando um selinho eu me segurei pra não dar um tapa
bem dado naquela cara

Pether:sonhe comigo deliçinha-sussurou no meu ouvido
Eu:só se for eu vendo você queimando no inferno-sussurei no seu ouvido

O soltei e mandei mais um dos meus sorrisos sínicos e subi as escadas,tirei meus sapatos
que estavam machucando o meu pé,tirei o vestido e coloquei uma camisola,fechei a minha porta
e me joguei na cama,tudo que eu pensava agora era o amanhã vai ser tão difícil vê-lo e simplismente não poder tocar
seus lábios nos meus e sentir seu doçe perfume quando ele me abraçava

Eu off

Justin on:Estava deitado no sofá esperando minha mãe chegar e fazer o jantar
porque eu já estava morrendo de fome

Pattie:JUSTIN-ouvi a porta se abrir
Justin:que foi mãe?
Pattie:ela veio até mim e se sentou ao meu lado,ela pegou em minha mão e suas mãos
estavam trêmulas,porque?
Justin:mãe o que houve?-perguntei preocupado
Pattie:Justin colocaram em nossa conta 25 mil dólares,Justin você vai poder fazer sua cirurgia-falou eufórica

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Obsessive love capitulo 8

Eu:oi
Jason:oi,você esta muito gostosa
Eu:eu prefiro você esta bonita
Jason:sabe que eu não sou assim
Eu:é eu sei
Jason:vamos?
Eu:vamos

Eu on:ele abriu a porta pra mim,Jason Mccan dando uma de 
cavalheiro alguma coisa ele quer,eu entrei e depois
ele deu a volta e entrou no carro também


Eu:em qual balada vamos?
Jason:sabe mudança de planos
Eu:como assim?
Jason:vamos pra minha casa la esta rolando uma festa
tudo bem?
Eu:é neh não é a mesma coisa,mas tudo bem
Jason:otimo

Eu on:chegamos na casa dele,era grande e
bem bonita,estranho quando estavamos na porta eu não
ouvi barulho de pessoas ou de musica,ele abriu a porta
e não tinha ninguem

Eu off

eu:pensei que tinha uma festa aqui
jason:vai ter so eu e você-aproximando nossos corpos

eu on:ele estava perto demais pro meu gosto
segurava com força a minha cintura e olhava
profundamente em meus olhos,como se estivesse
tirando cada peça da minha roupa com a mente,sinistro
isso neh,ele me beijou,eu me entreguei ao beijo,ele 
me puxou pra mais perto,e começou a passar uma de suas
mãos na minha coxa,e parou o beijo

Jason:vou pegar uma coisa ja volto
Eu:ta ok

eu on:ele foi ate a cozinha e eu fiquei na sala
olhando um pouco,ate que recebo a mensagem com a tal foto do garoto
quando eu vi a foto quase desmaiei,era o Jason
não acredito,filha da puta,claro eu sabia que ele não era a melhor
pessoa do mundo,mas um criminoso que mata a sangue frio
nunca pensei que ele era desses,então eu vou resolver isso
do meu jeito,ele voltou com uma garafa de wisk,eu 
guardei o celular e fingi que nada aconteceu

Jason:vamos pro meu quarto?
Eu:claro mas,você tem uma corda?
Jason:uma corda?,não mas devo ter umas algemas aqui na gaveta
Eu:porque você tem algemas?
Jason:porque,porque,porque meu pai ja foi um policial
Eu:ata
Jason:toma-me entregando as algemas
Eu:agora sim podemos ir-balançando as algemas

   Jason:

Seu Nome:http://www.polyvore.com/obsessive_love/set?id=73588984

Continua.......

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

My Dear brother from evil [3]

♪ Eu sou maltratada, eu não quero ser
                                                         Não ser sua escrava-Taylor Momsen(Miss Nothing) 

Ivy abaixou sua cabeça porque percebeu a raiva nos olhos do irmão

Ivy:desculpa Juss
Justin:porque você esta aqui,veio brincar comigo de novo?

Um sorriso pervertido brotou nos lábios do irmão

Ivy:não-olhando nos olhos caramelados do irmão,eu pensei que você estivesse
sentindo dor
Justin:ri-não estava sentindo dor eu estava me masturbando
Ivy:mastur,o que?
Justin:eu me toco e sinto tesão entendeu?
Ivy:não
Justin:é difícil de explicar pra você
Ivy:você gemia como a mamãe geme quando ela está com dores nas costas
Justin:ela não tem dores nas costas ela só mente,de onde você acha que vêem
os bebês?
Ivy:a cegonha trás ora
Justin:meu deus,olha você tem que aprender muita coisa
Ivy:você me ensina
Justin:"ri"-concerteza,senta ai na minha cama

Justin fechou direito sua calças e sentou ao lado da irmã que o olhava
com aqueles olhinhos mais meigos possíveis
Justin acariciou a bochecha da irmã e a aproximou seus lábios do pescoço de Ivy
e passou a língua de leve,ouviu sua irmãzinha soltar um suspiro e aquilo lhe agradou muito
Agora ele dava leves chupões e beijinhos por todo o pescoço de Ivy,Justin desce
sua mão até a cintura da irmã e foi empurrando o corpo dela levemente até a cama,foi se 
deitando também ficando ao lado da irmã
Ivy olhava atentamente cada movimento do irmão sem entender as coisas que ele fazia,mas
querendo ou não Ivy gostava achava aquilo gostoso e as vezes fazia cosquinha,Ivy encarava os olhos
do Justin o tempo todo e via sempre aquele lindo sorriso em sua boca
Justin desceu uma de sua mãos pela barriga da irmã até chegar a barra da sua calçinha cor-de-rosa
adentrou sua mão e tocos os pequenos lábios da pequena que arqueou suas costas com o susto

Ivy:eu tenho que ir pro meu quarto Juss
Justin:não precisa não,você pode dormir aqui
Ivy:eu não quero dormir aqui
Justin:porque?-tirou a mão da calçinha da pequena
Ivy:eu não gosto quando você faz isso
Justin:bufou-ta se manda garota chata

Ivy viu o irmão deitar com as costas viradas pra ela,ela não queria ficar mal com o irmão
ela tinha um carinho enorme por ele,mas ela não gostava quando o irmão tocava sua partes íntimas
ou quando ele o beijava na boca,ela achava que isso só quem faziam eram namorados e eles tinham que se amar
e ela não amava o Justin não da maneira que o irmão queria
A pequena voltou pra sua cama e abraçou seu pequeno ursinho amarelo o abraçou forte e acabou caindo no sono,a
pequena Ivy não fazia ideia de que Justin só pioraria com o tempo e mais que ela iria se apaixonar pelo seu próprio irmão


Três anos depois(2005-Ivy 9 anos,Justin 11 anos)

Continua.........
Divulgando:http://palomaandressaimaginebelieber.blogspot.com.br/

 http://imagine-beliebersuperhot.blogspot.com.br/